Eu confesso

Eu sou assim, confesso! Começo a esgravatar pela grande rede e de vez em quando dou de caras com coisas que nem lembram ao diabo…

Hoje foi o site Eu Confesso, uma espécie de confessionário electrónico onde os cibernautas podem desabafar e partilhar os seus segredos mais íntimos.

E ali há de tudo. Desde o mocito confuso com a sua sexualidade, a gente que confessa que precisa de um patrocínio para isto ou aquilo, jovens que odeiam o pai ou a mãe ou o tio ou a prima ou a família inteira e até, imagine-se, meninas que se assumem ninfomaníacas da pior espécie.

A bem dizer, e mal comparado, este Eu Confesso assemelha-se ao Diário da Maria, a famosa revista pós Crónica Feminina que faz as delícias da mulherada de 40 pra cima por esse país fora.

A juntar às confissões temos os comentários, conselhos, apartes e mensagens de solidariedade dos visitantes/utilizadores do site. E entre as duas opções, as confissões e os respectivos comentários, não sei bem qual recomendar, tal não é o nível que por ali grassa.

E vocês? Querem confessar-se?

Publicidade

Sem achegas.

Quer comentar?