Underground

Os famosos sinais do metro de Londres. É um cliché mais batido que o arroz doce, mas quero que fique aqui guardado, para mais tarde recordar! A mánica foi um iPod Touch 4G.
Ler Tudo 0 achegas

Um estranho na cidade

Em pleno Centro Histórico de Salamanca, na varanda de um dos lindíssimos edifícios que compõem esse aglomerado urbano, encontro esta cena um tanto ou quanto estranha. Um manequim, em ar de vigia, observa a cidade e quem lhe dá vida. Captou-me a atenção e mereceu “boneco”, também...
Ler Tudo 0 achegas

O coração que cabia numa chávena

Coisa estranha esta de ver um coração, com todo o seu peso e importância, caber numa chávena… Pese embora o órgão tenha considerável tamanho, é maior ainda o que nele se encerra e que tantas vezes vive, cresce e morre sem ver a luz dos nossos dias. Daí a minha estranheza! Como pode tudo...
Ler Tudo 2 achegas
O meu demónio

O meu demónio

Todos temos os nossos demónios de estimação. Manifestam-se das mais variadas formas, nos momentos mais inesperados, nas ocasiões mais inconvenientes. São daqueles de trazer por casa, dos quase inofensivos que nos assombram e assustam e ao mesmo tempo nos espicaçam para nos demonstrar que ainda...
Ler Tudo 1 achega
Pintar Com Luz

Pintar com luz

Fotografar é pintar com luz. Ainda que a associação não me pareça, totalmente, justa (porque implica referir uma arte para justificar outra), a verdade é que este boneco ilustra bem o conceito. Outra vez com um telefone (daí a fraca qualidade do ficheiro) e com a ajuda de uma lanterna, numa sala...
Ler Tudo 0 achegas
As Horas

As Horas

Ando outra vez fotógrafo e estou feliz pelo facto. Esqueço-me, muito frequentemente, de quanto gosto de guardar momentos. Para acompanhar este escolhi um poema do David Mourão Ferreira: E por vezes as noites duram meses E por vezes os meses oceanos E por vezes os braços que apertamos nunca mais...
Ler Tudo 0 achegas
Morangos

Morangos

Com a câmara do telefone (um HTC Touch 3G) fiz esta brincadeira que rematei no Photoshop. É parte de uma imagem decorativa de uma arca de gelados vista através de um buraco nas costas de uma cadeira! Estranho? Um pouco admito, mas não encontrei melhor forma de explicar. Falta dizer que foi feita...
Ler Tudo 0 achegas
The Gift Campo Maior

Uma prenda

Foi assim o concerto dos The Gift no passado dia 3 em Campo Maior, por sinal, o primeiro que a banda deu este ano em Portugal. Fica a minha singela homenagem a um dos melhores grupos do nosso panorama musical. Viva a Música com M grande e viva a Sónia Tavares por ter aquela voz e aquela presença em...
Ler Tudo 3 achegas

Bug’s View

Bug’s View ou Vista de Insecto. Deve ser assim que os pequenos bichinhos que habitam nos nossos jardins vêem as coisas. Em perspectiva, de baixo para cima e com umas dimensões gigantescas. É uma brincadeira e serve, esta e outras que de vez em quando vou fazendo, para me lembrar que adoro fotografar....
Ler Tudo 0 achegas

Vejam lá se não faz algum sentido

Encontrei a foto que se segue no blog Os Incógnitos e cá vai um dos meus Copy & Paste, com os devidos créditos é claro.
Ler Tudo 0 achegas