O meu demónio

O meu demónio

Todos temos os nossos demónios de estimação. Manifestam-se das mais variadas formas, nos momentos mais inesperados, nas ocasiões mais inconvenientes.

São daqueles de trazer por casa, dos quase inofensivos que nos assombram e assustam e ao mesmo tempo nos espicaçam para nos demonstrar que ainda estamos vivos.

Todos temos os nossos demónios…

Eu é que nunca pensei apanhar um assim, tão descaradamente, à porta de minha casa.

Publicidade

One Response to “O meu demónio”

  1. cristina custodio
    23/08/2009 at 09:40 #

    Todos nós temos os nossos demónios é uma grande verdade. Eu diria quem não os tem? O que seria a vida sem eles? Uma vida aborrecida, sem adrenalina, um acordar sem motivação de lutar….
    A vida é mesmo assim, todos com os seus demónios, uns surgem de imprevisto, outros vão surgindo, mas uma coisa é certa, todos nós os temos, queiram ou não acreditar é uma luta constante do ser humano, dia a dia, a luta contra os seus demónios.
    E quando desaparece um surge outro no instante a seguir, eu diria que a vida é cheia de demónios.

Quer comentar?