Uma experiência

Cristiano RonaldoIsto de manter um blog é um pau de dois bicos. Por um lado é gratificante receber quem nos visita e o seu feedback, mas por outro pode tornar-se frustrante se atingirmos o estado a que eu, carinhosamente, gosto de chamar pregar aos peixes.

Admitamos: a todos os que escrevemos um blog, aparte os milhares de possíveis motivos que temos para o fazer, assalta-nos uma pontinha de vaidade por saber que alguém lê e até comenta o nosso material. Se isso não acontecer, ou deixar de acontecer, acabamos por atingir o tal estado de pregoueiros a espécies aquáticas e isso, meus senhores, não mata mas dói!

É por essas e por outras que às vezes nos dá para escrever coisas sem sentido, como este texto ao qual vos estou a submeter e é também pelo mesmo motivo que nós, bloggers, de tempos a tempos, nos deixamos tentar e partimos em busca de visitantes fáceis.

No entanto, e para que não se sintam muito violentados pela fraca qualidade desta exposição, aqui fica um rebuçadinho, como faziam os barbeiros de antigamente quando as crianças choravam porque cortar o cabelo, como está mais do que provado, faz doer. O que se segue é uma experiência científica e os caros leitores podem e devem sentir-se priveligiados por participar nela.

Com esta seca que vos deixo (agora lembrei-me do Aleixo) espero vir a conseguir enganar algumas dezenas de leitores que, de outra forma, não visitariam nunca este blog. E como vou fazer isso? Assim:

  • Mulheres nuas
  • Mulheres despidas
  • Fotos de mulheres nuas
  • Fotos de mulheres despidas
  • Sexo

Aquilo ali em cima (para além de um puro e claro devaneio) é uma short list com alguns dos termos mais pesquisados pelos utilizadores da Internet de língua portuguesa. Todos os dias, milhares de pessoas, como eu e como tu, introduzem essas palavras nos motores de pesquisa e, com sorte (lá se vai a experiência científica) alguns deles vão vir aqui parar.

É claro que quando perceberem que foram enganados e que não ver a Soraia Chaves ou a Mariza Cruz ou a Madonna ou a Britney Spears, nem sequer a vizinha do lado, em trajes menores ou sem qualquer espécie de trajes, vão ficar um bocadinho zangados e vão sair daqui mais depressa do que o Cristiano Ronaldo finta um daqueles ingleses de 2 metros nos jogos da Premiere League.

No entanto, e aqui é que está a beleza disto tudo, essa gente vai contar para as minhas estatísticas de visitas e vai polir um pouco o meu ego de blogger medíocre.

Daqui por alguns dias volto a este assunto com dados concretos acerca desta estratégia de marketing para a Internet. Mas, até lá, o que acham vocês, caros leitores, destes meus métodos?

Publicidade

3 Responses to “Uma experiência”